05 junho, 2007

Não sei quanto a vocês, mas fico inteiramente encantada com a estética da culinária japonesa. Acho tudo tão lindo e tão poético...

Este bolinho, por exemplo, chamado geppei é também conhecido pelo simpático nome de moon cake. Seu recheio varia de acordo com a região em que é confeccionado. O mais apreciado é o recheio de sementes de lótus mas, devido a seu alto valor, os mais usuais são feitos com doce de feijão vermelho. Há também aqueles que são recheados de jujuba. Outro recheio bastante popular é confeccionado a partir de cinco tipos de nozes e sementes, que podem ser nozes, sementes de nogueira, de abóbora, de melão, de gergelim, amendoins ou amêndoas.

Estes são bolinhos de arroz – são tão lindos que dá até pena comê-los.
Nunca vi nenhum destes doces aqui no Rio de Janeiro, mas adoraria prová-los. Quem sabe alguém tem uma dica de onde posso encontrá-los. Mês que vem irei a São Paulo. Quem sabe por lá...

Estas lindas fotos e outras tantas podem ser vistas aqui.

6 comentários:

Caiano Silvestre disse...

Engraçado. Estes bolinhos de arroz fazem-me lembrar os doces regionais do Algarve.

bia disse...

lindos !! é de encantar mesmo ! bjs
olha so, te nomeei para um tal premio de tomates, nao sei bem o que é, rs !

Cláudia A. disse...

Oi Lara, no bairro da Liberdade, aqui em São Paulo, não é impossível de encontrá-los. Há uma padaria e doceria japonesa que se chama Itiriki que tem uma grande variedade de doces orientais. Avise-me sobre os dias que estará por aqui, dependendo do dia da semana podemos nos encontrar e fazer um passeio por lá. Um beijo.

fezoca disse...

nossa, sao lindos! dah pena de comer mesmo. mas sera que sao tao gostosos qto sao bonitos? ;-)
beijaoo,

Karen disse...

Como a Claúdia, eu recomendo a Liberdade, só não sei se é possível encontrar toda essa variedade de doces com todos esses recheios. Há uma loja de doces japoneses na R. Galvão Bueno, a Kanazawa.

laila disse...

liberdade é o que há, e concordo com a claudia, avise-nos que poderiamos marcar um encontro no bairro oriental, que esconde tantas e tantas maravilhas, bjos