21 fevereiro, 2007

O pão nosso de cada dia

“O mundo se divide em dois campos: aqueles que conseguem viver felizes apenas com pão e aqueles que também precisam de legume, carne, laticínio. Isaías e eu nos enquadramos na primeira categoria. O pão é o único alimento que, por si só, satisfaz completamente. Conforta o corpo, agrada aos sentidos, satisfaz a alma e estimula a mente. Um pouco de manteiga também ajuda.”

Há muito não me divertia tanto lendo um livro sobre gastronomia. Este trecho, retirado do livro O Homem que comeu de tudo, de Jeffrey Steingarten, pertence ao primeiro capítulo do livro intitulado O Pão Primevo. É simplesmente maravilhoso. Nele, o autor nos conta, em forma de diário, suas aventuras ao tentar preparar seu próprio fermento. Delicioso e divertido, o resultado é uma maravilhosa aula sobre os segredos de se fazer pão, não faltando receitas e dicas de leituras sobre o assunto. Estou apenas no terceiro capítulo e já estou angustiada com a possibilidade de, em breve, terminá-lo. Ainda bem que acabei de saber que já editamos outro livro do autor – Deve ter sido alguma coisa que eu comi – ambos pela Companhia das Letras.

2 comentários:

fezoca disse...

Lara, nunca li nada do Jeffrey. Ele eh a figura antipatica [que reclama de tudo] num show chato do Food Network chamado America Iron Chef. Engracado como fica essa impressao do show e nao a de um cara bem humorado.

Como sou pao-fanatica, vou querer ler esse capitulo. Um dia, um dia! :-)

beijao,

bia disse...

Vc me deu vontade de ler esste livro mas nao encontrei aqui na França , :(
Vou continuar procurando... bjs