23 janeiro, 2008

Jantar fora já foi um dos meus programas favoritos, mas devo confessar que de um tempo para cá isto não é mais verdade. Quase sempre fico com uma sensação de que estaria comendo melhor em casa. É claro que existem ocasiões em que a comida é o de menos, mas a vontade de comer pratos diferentes e elaborados geralmente é o grande motivador destas saídas. Ontem, mais uma vez esta sensação de decepção acompanhou meu jantar no badalado restaurante Sawadee, no Leblon. Apesar do ambiente simpático, o local é muito barulhento e a comida deixou muito a desejar. De entrada arriscamos pedir um mix de pasteizinhos, com receheios de cogumelos, nirá e queijo de cabra. Além de estarem bem gordurosos, não foi possível distinguir seus sabores. Depois, como prato principal, pedi uma salada de filet mignon com uvas verdes que não gostei nem um pouco - veio lotada com pedaços de pepinos (informação omitida na descrição do prato). Como não sou fã de pepinos, pedi para o garçon retirá-los, mas seu sabor impregnou a salada de tal modo que foi difícil chegar ao final do prato. Minha mãe optou por uma sopa de frutos do mar com gengibre. Mas acho que também não ficou satisfeita ... E de sobremesa, bem... nem deu vontade de pedir.
Em compensação hoje estou bastante animada para as comidinhas aqui em casa. Ontem, antes de sair, preparei um doce de leite com açúcar orgânico, pensando em rechear um rocambole para o lanche dos meninos. E encontrei no horti-frutti um pacote de tamarindo que, provavelmente, renderá um delicioso frango tailandês seguido da receita de sorbet de tamarindo da Tatu. Depois eu conto se deu certo...

2 comentários:

fezoca disse...

Lara, ando me sentindo como voce ha tempos. O restaurante precisa ser muito bom pra bater a minha comidinha desengoncada, que eh simples mas tem qualidade. Restaurante mediano nao dah... E os realmente bons, so pra vez em qdo. Entao coloco o avental e mando bala nas minhas gororobinhas! :-)

um beijo!

Natural Naturalmente disse...

O problema dos restaurantes é que há uns tantos que eu gosto, resultado vou sempre aos mesmos e para não variar os pratos são mais ou menos iguais.
Comer comida ruim e ainda pagar não dá não.
Boa semana.
Márcia