12 abril, 2008

Porca Memória


Há muito que acompanho o blog Glotonia. Adoro os textos bem humorados dos amigos bascos Hasier Etxeberria (escritor que ama a cozinha) e Davis de Jorge (cozinheiro que ama os livros) - adoro seus textos, seus humores, suas indicações, enfim, me divirto com eles. Eis que hoje, passeando numa livraria em busca de um novo livro de receitas que me inspirasse, me deparei com o Porca Memória - Recordações gastronômicas de um par de suínos, traduzido e editado pela Senac. Comprei na hora. Estou lendo sem parar desde que cheguei em casa - só parei para vir escrever este post - e estou me deliciando e, pasmem, me emocionando com o volume. Acabei de ler um capítulo dedicado à culinária portuguesa lindíssimo. Não resisto e transcrevo um trechinho:


"Na minha primeira incursão pela geografia portuguesa vivi praticamente de uma caridade solidária da qual nunca me esquecerei: em qualquer lugar em que falasse o mágico "tenho fome", uma festa era imediatamente organizada.Aquela comida simples me encantava, fosse carne ou peixe, servida com legumes quase sempre inteiros, apenas fervidos e regados com azeite saboroso: couves, cenouras, tomates, berinjelas, e batatas e mais batatas. (...) Depois de tudo que vi e vivi em Portugal, depois de tudo o que prendi com as pessoas e com suas mesas, quando algum babaca volta do feriado prolongado da Semana Santa ou do fim de ano, sem se dar conta de que cada lugar, vila ou bairro de Portugal sabe fazer uma sopa diferente e gostosa, quase sempre batizada com o nome de Nossa Senhora ou do santo de devoção local, e diz que em Portugal se come muito mal, me dá vontade de soltar o tourinho, esse que, como se diz, todo basco leva escondido nas entranhas. E dar-lhes, naquele lugar merecido, um bom par de chifradas".


4 comentários:

Anna Elisa disse...

Querida,

Teremos mesmo que ira a Portugal!!!!

BJK

* A granola esta M A R A V I L H O S A!!!!
E o bolinhos RAW de chocolate com limão ficaram lindos e gostosos!!

FOi OTIMO NOSSO DIA COZINHANDO

Mari disse...

Já vou estou insana para ler. Vou comprar agora!

Anny disse...

Ah, meu Deus! Passei mmuito tempo sem aparecer por aqui. Não posso fazer isto. Seu blog tem o que mais aprecio no mundo: uma boa comida acompanhada de conversas sobre livros. Tenho uma amiga basca, vou contar esta historinha para ela.
Aproveita e escreve mais sobre o livro. Não resito. Vou te indicar de novo...

Glotonios disse...

Obrigado, Lara: eres un sol. Da gusto que más allá del Atlántico, existen almas gemelas.